O momento de explicar sobre a dislexia







Pode ser que seu filho nunca tenha ouvido falar em dislexia, pode ser que você tenha descoberto nos primeiros sinais e seu filho ainda não percebeu as suas dificuldades, mas a maior parte das crianças são diagnosticados tardiamente e muitos estão com baixa autoestima.


O papel da família é se unir com a escola e todos os envolvidos com esta criança e criar estratégias para a autoestima e para melhora da aprendizagem.


Para conversar com seu filho sobre a dislexia, procure um momento tranquilo, um local apropriado e crie um clima aconchegante para que ele possa falar e que você possa ouvir e conversar calmamente.


Primeiro você pode perguntar sobre a escola, os amigos, se ele já ouviu falar sobre dislexia…


Você também pode iniciar explicando sobre todas as avaliações e profissionais que ele passou, e explicar o que você sabe sobre a dislexia.


Cuide com as informações falsas, erradas que você pode ler ou ouvir. Busque fontes confiáveis que falam sobre o assunto.


Seja bem honesto com seu filho sobre o que você sabe! E não hesite em falar que você também tem dúvidas e que está procurando ajuda. Quando você descobrir novas informações compartilhe com ele e com os demais da família.


Diga ao seu filho que a dislexia é uma maneira diferente de aprender, que muitas pessoas têm dislexia! Tem alguém na família com dislexia? Como foi a história? Você também pode mostrar e conversar sobre pessoas famosas que são disléxicas.


Palavras para você falar sempre:

Você é: esperto, inteligente, criativo, você aprenderá a ler e a escrever, muito capaz.


Não trate o termo dislexia como algo assustador. Fale tranquilamente sobre ele para que seu filho possa falar com os amigos e na escola sobre o “aprender diferente”.


Ainda sobre a dislexia, depois de falar de pontos fortes, aborde sobre as possíveis dificuldades que pode enfrentar. Ter dislexia significa que a leitura e a escrita podem não ser tão fáceis, mas não impedem que ele aprenda!


Quem pode ajudar?

Explique que neste caminho, além da família, a escola será super importante! Que vocês e a escola procurarão descobrir as melhores maneiras de ajudar na aprendizagem.

Diga ao seu filho que você estará sempre pronto a ajudar.


Ajude seu filho a falar sobre a dislexia sem medo e sem vergonha. Você pode treinar com ele algumas falas ou algumas situações para ele explicar aos colegas da escola: “eu aprendo diferente, tenho dislexia!”. “A dislexia é só uma maneira diferente de aprender. Existem muitas pessoas que tem dislexia!”. “Você pode me ajudar a ler/escrever esta palavra? Eu sou melhor com desenhos”.


Esclareça na conversa, que este é um começo de algumas respostas, do porquê muitas coisas estão difíceis de aprender. Mostre todo seu apoio, e que este pode ser apenas o primeiro passo para uma mudança!






Sabrina Vieira da Luz Fonoaudióloga e cofundadora da Domlexia



Domlexia 2021

#TODOSTEMOSDOM

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • LinkedIn - Black Circle

ENTRE EM CONTATO

contato@domlexia.com.br

CNPJ 11.163.879/0001-09

Florianópolis - Santa Catarina